COMBATE NACIONAL A DEPRESSÃO

 O que é depressão?

 

 

 


Todo mundo uma vez ou outra na vida se sente deprimido ou triste. É uma reação natural à perda, aos desafios da vida e à baixa autoestima. Mas, às vezes, o sentimento de tristeza se torna intenso, dura longos períodos e retira a pessoa da vida normal. A depressão é o mais comum dos transtornos mentais, mas é uma doença tratável. Os tipos de depressão são: clássica, distimia, transtorno bipolar e sazonal.

A Organização Mundial da Saúde calcula que, em vinte anos, a depressão ocupará o segundo lugar no ranking dos males que mais matam.

Reconhecer a depressão é frequentemente o maior obstáculo para diagnosticar e tratar a depressão. Infelizmente, aproximadamente metade das pessoas que passa pela depressão nunca tem a doença diagnosticada ou tratada. E isso pode ser uma ameaça: mais de 10% das pessoas que têm depressão se suicidam. Aqui estão alguns sinais aos quais você deve ficar atento:

 

  

 

 

• Tristeza;
• Perda de interesse por coisas que antes você gostava;
• Falta de energia Dificuldade de concentração;
• Dificuldade de tomar decisões;
• Insônia ou sono em excesso;
• Problemas no estômago ou na digestão;
• Sentimento de desesperança;
• Problemas sexuais, como a falta de interesse;
• Dores;
• Mudança no apetite, levando ao ganho ou à perda de peso;
• Pensamentos de morte, suicídio e automutilação;
• Tentativa de suicídio

Vamos combater a depressão?

 

   Associado ao tratamento com remédios antidepressivos (para casos moderados e graves), existem alguns cuidados que devem ser tidos ao longo do dia que complementam o tratamento, que incluem: 


• Fazer exercício físico regularmente como: caminhada, natação, futebol...;
• Passear em locais ao ar livre e muito luminosos;
• Expor se ao sol por 15 minutos, diariamente;
• Ter uma alimentação saudável;
• Evitar álcool e tabaco;
• Dormir bem, de preferência entre 6 a 8 horas por dia;
• Passeios, música, ir ao cinema ou teatro;
• Fazer voluntariado;
• Melhorar a autoconfiança;
• Sociabilizar-se;
• Evitar o estresse;
• Evitar os pensamentos negativos.

Para além do acompanhamento médico, o apoio familiar também é fundamental para o tratamento desta doença. Além disso, o sexo também pode funcionar como um antidepressivo natural que pode ajudar a ultrapassar a depressão pois estimula a produção de hormônios que melhoram o humor.